Segunda-feira, 8 de Janeiro de 2007

anjo...

Fui quem nunca me atrevi a ser,

Quando dei de mim

Venceram-me...

 

Quando não dei,

Ninguém deu por mim...

Quando fiquei

Não estava ninguém...

 

Quando estendi a mão

Puxaram-me para o abismo de onde estavam.

Sem dó nem piedade,

Com felicidade!

 

A minha angústia é a vitória de muitos,

A minha dor

Ignorada,

Escarneada...

 

Quem se lembra de mim?

Quem ama o meu sorriso?

Quem chora as minhas lágrimas?

Quem me acode?

Quem não me atira para o fundo?

 

Talvez devesse ter morrido no ventre de minha mãe...

Talvez agora fosse anjo...

Não tivesse dor

Nem pranto...

Se eu tivesse morrido no ventre de minha mãe...

publicado por Esperança às 11:35
link do post | comenta | favorito
2 comentários:
De Hannah a 8 de Janeiro de 2007 às 13:06
Olá
tu és forte... tu vales por ti mesma... tu és o mais importante... temos de levantar-nos... porque nós temos que ser mais fortes que akilo ou akeles que não querem o nosso bem...
jinhos
karoxinha
De Patinha a 8 de Janeiro de 2007 às 14:22
oh minha linda, anima vá lá, tu consegues melhor.

sei que as vezes não é nada facil, mas se não tentares (com a força toda) nunca conseguiras.
quem não arrisca não petisca.

beijinhos grandes, e força mt força

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. THE END

. ...

. ...

. Mais uma discusão...

. Rezem por mim esta tarde

. Na lama...

. A vida é uma selva e na s...

. Sem Net

. "O Bosque"

. anjo...

.arquivos

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.outros blogs

blogs SAPO

.subscrever feeds